quinta-feira, 2 de julho de 2009

Planeje o dia de amanhã


"Quando eu aceitar que tenho de escrever um plano alimentar todas as noites para o dia seguinte, fazer dieta será mais fácil."
Pense Magro, Judith S. Beck
Em que você está pensando?
A ideia de fazer planejamento lhe parece injusta, punitiva ou disciplinadora demais? Posso dizer, por experiência própria, que não há outro jeito. Por um lado, você está correto sobre ser injusto ter que planejar. Afinal de contas, muitas pessoas que não fazem dieta não precisam fazer isso. Elas simplesmente param na frente da geladeira e pensam: O que eu quero comer esta noite? Quem quer emagrecer, no entanto, não pode se dar esse luxo. Mesmo que você faça boas escolhas alimentares agora, dentro de alguns dias ou semanas, tomar decisões espontâneas vai fazê-lo engordar.
Bem minhas amigas, eu não quero fazer essa parte do programa.
Pensamento sabotador: Eu não quero fazer nenhum planejamento.
Resposta adaptativa: O que vale mais: querer emagrecer ou não querer me incomodar. Já que quero emagrecer, vou começar a planejar. Isso levará apenas alguns minutos. Eu posso escolher. Posso dar ouvidos a esta parte resistente da minha mente ou decidir de maneira firme que vou fazer este plano, mesmo querendo resistir. É bom começar a ignorar minha resistência porque ela vai aparecer outras vezes quando eu não estiver com vontade de seguir meu plano.

5 comentários:

karlinha™ disse...

Tô indo correndo comprar o livro...rs
Beijos,

Fênix disse...

Beijos e bom final de semana... também vou querer ler. rsrs

MARIAEMAGRECENDO disse...

Adorei seu BLOG: tem o que eu preciso ler. Obrigada, bom fim de semana

Sabrina Mix disse...

Oi, menina!

Eu nãom gosto muito de planejar, mas geralmente planejo, nem que mentalmente, o que vou comer. Procuro me limitar na quantidade e escolher as opções mais saudáveis. Sempre compro coisas saudáveis, assim facilito essa minha tarefa.

Beijos e sucesso!!!

Vania San disse...

É bem o que disse. Sabe que hoje, caminhando, pensei "vou re-postar todos os meus posts desde o primeiro, num blog de arquivo".

Porque realmente, parece que acordei "assim" mais equilibrada e não foi, não foi mesmo rsss

mas posso dizer com convicção agora: encontrei meu ponto de equilíbrio! Mesmo ontem depois de comer o chocolate não senti culpa, senti prazer e pensei "como posso ainda sentir prazer depois do enézimo chocolate? não pode ser físico, eu deveria estar já enjoada, com dor de cabeça, com a pressão baixa! e nada, cada bombom, mais prazer!


então meu marido disse que para ele chocolate tem limite... um dois três quatro daí não desce mais.

para mim não tem, poderia ter continuado indefinidamente (rsss) até "encher o estômago"...

parei porque comecei a pensar, fiz as contas de vi que já estava perto de 2000 kcal, daí parei, na boa.

mas me intrigou isso.

como posso ser capaz de comer tanto chocolate? sem sentir nenhuma culpa (porque isso eu eliminei, se for para sentir culpa nem como).


daí lembrei das minhas primeiras vezes com o chocolate, porque quando eu era criança, eu comia doce de bar (suspiro, maria mole, maria cachucha - acho que era assim que meu pai chamava - e lembro do gosto do doce misturado com o gosto do papel que eles embrulhavam o doce rsss).

uma vez, já adulta, estava numa cidade do interior e vi um suspiro cor de rosa num bar: não tive dúvida entrei e comprei e o dono do bar pegou o doce com a mão suja dele (como acontecia sempre quando eu estava com meu pai) e meu marido disse que eu não deveria comer (rsss) mas eu comi e adorei!

sentimentos mesmo, emoções, lembranças, acho que sofro de "reminiscência" rsss

melancolia, diria o Freud...

mas agora isso me vem como uma lembrança alegre, até porque não guardei muito forte a lembrança do sofrimento (e sinceramente não sofri quando era criança porque até mesmo as surras eu ignorava - minha mãe disse que eu não chorava e logo ela parava de bater, eu usava aquele recurso de fingir que não estava ali e daí nem sentia dor).

sou muito mental mesmo, e acho que posso aproveitar melhor isso.

eu dizia, naquele velho blog, que iria emagrecer 54 quilos em 512 dias, acho que é isso, vou procurar nos meus arquivos rsss

agora só quero ser normal num mundo de gente normal (acho que vou ser sempre mais "encorpada" do que a moda prescreve porque não quero mais pesar 54 quilos, 73 tá bom demais para mim!)

Beijos amiga, adoro desabafar aqui!

Os 11 mandamentos da FLY (Finally Loving Yourself) Fonte: Chega de Bagunça
1. Mantenha sua Pia Limpa e Brilhando.
2. Vista-se toda manhã, mesmo que você não sinta vontade. Não esqueça de colocar os sapatos (de amarrar).
3. Faça suas Rotinas da Manhã e as Rotinas da Noite (aquela antes de ir para a cama) todos os dias.
4. Não deixe o Computador te distrair(Ops!!!).
5. Observe as suas atitudes. Se você tirou algo do lugar, coloque de volta.
6. Não tente fazer dois projetos de uma vez. UM TRABALHO POR VEZ.
7. Não tire para fora coisas que você não pode devolver em menos de 1 hora.
8. Faça alguma coisa por você todos os dias. Talvez a cada manhã ou noite.
9. Trabalhe o mais rápido que você puder. Isto te dará mais tempo para se divertir.
10. Sorria, mesmo quando você não estiver disposta. Um sorriso é contagioso. Faz sua mente ficar feliz e você será feliz
11. Não esqueça de rir (gargalhar) todos os dias. Mime-se. Você merece isso!!!