terça-feira, 30 de março de 2010

O valioso tempo dos maduros

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas.
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
'As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos'.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência,
minha alma tem pressa...
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana,
muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com
triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade,
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade,
O essencial faz a vida valer a pena.
E para mim, basta o essencial!
Mário de Andrade
(1893-1945)

4 comentários:

Florimari disse...

Oi querida amiga!
tambem venho aqui sempre que tem post novo. Quase nunca comento. Porque geralmente leio os blogs no meu intervalo... rs Amo ter voce me acompanhando.
Obrigada pelo carinho!

Beijos

Batalhadora disse...

Oi,Diva!td bem?Nossa esse texto é lindo realmente não importa a idade que tenhamos devemos aproveitar cada dia da melhor forma possível como se fosse o último.
Cuide-se!
Feliz páscoa!
Beijosss

Sammy Leilane disse...

Passando rapidinho para desejar uma páscoa maravilhosa para você! bjus!

Vania San disse...

Eu adoro essa crônica.

Nos últimos dias tive algumas "epifanias". Não estava mais me reconhecendo em mim mesma, sabia que não era aquilo que estava me tornando...

tinha um erro de lógica: A=nãoA

percebi que a falta de identidade comigo mesma era consequencia de ter tentando fazer "tudo dar certo" por aqui, com a família.

deixo passar muita coisa para evitar o conflito e com isso vou "me deixando passar".

eu não posso estragar o que pode ser a melhor fase da minha vida só para "ser legal"

sou chata rsss

estou me permitindo voltar a ser!

beijão

Os 11 mandamentos da FLY (Finally Loving Yourself) Fonte: Chega de Bagunça
1. Mantenha sua Pia Limpa e Brilhando.
2. Vista-se toda manhã, mesmo que você não sinta vontade. Não esqueça de colocar os sapatos (de amarrar).
3. Faça suas Rotinas da Manhã e as Rotinas da Noite (aquela antes de ir para a cama) todos os dias.
4. Não deixe o Computador te distrair(Ops!!!).
5. Observe as suas atitudes. Se você tirou algo do lugar, coloque de volta.
6. Não tente fazer dois projetos de uma vez. UM TRABALHO POR VEZ.
7. Não tire para fora coisas que você não pode devolver em menos de 1 hora.
8. Faça alguma coisa por você todos os dias. Talvez a cada manhã ou noite.
9. Trabalhe o mais rápido que você puder. Isto te dará mais tempo para se divertir.
10. Sorria, mesmo quando você não estiver disposta. Um sorriso é contagioso. Faz sua mente ficar feliz e você será feliz
11. Não esqueça de rir (gargalhar) todos os dias. Mime-se. Você merece isso!!!